Nota de repúdio ao presidente do STF Gilmar Mendes

2 03 2009

O Fórum Nacional pela Reforma Agrária e Justiça no Campo – FNRA, contestou as declarações do presidente do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, do Presidente do Senado Federal, José Sarney e do Presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer. As declarações condenavam as ocupações de latifúndios realizadas por movimentos sociais, entre eles, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, MST, contribuindo ainda mais para o processo de criminalização dos movimentos sociais e privilegiando setores que atuam no sentido contrário à consolidação de uma sociedade mais justa.

Na manhã do dia 24 mais de 2.000 famílias ligadas a movimentos dos sem terra iniciaram a terceira edição da jornada de luta chamada Carnaval Vermelho e ocuparam cerca de 20 latifúndios na regiao do Pontal do Paranapanema em protesto ao descaso do governo estadual com a Reforma Agrária. Esse descaso se reflete por exemplo, no tratamento que as usinas recebem na região, como a garantia de licenciamentos ambientais sem burocracia.

Atualmente existem cerca de 250 mil famílias de sem-terras acampadas nas beiras das estradas. Os recursos orçamentários da União destinados para a reforma agrária não dão conta desta demanda, apesar de estar comprovado que o Estado possui recursos suficientes para realiza-la.

_______________________________________________________________________________________

A Revista Vírus Planetário apóia e concorda com a nota de repúdio  a Gilmar Mendes retirada do site do mst ( Leia a nota na íntegra)

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: